AFACEESP - Associação dos funcionários aposentados e pensionistas do Banco Nossa Caixa

(11) 94721-0605

|

0800-175-007

|
Menu

Associe-se

Entrar

Medidas judiciais – Déficit (Grupo C) e Planos Saúde FEAS (grupos B e C)
Fique por dentro

Notícias

Medidas judiciais – Déficit (Grupo C) e Planos Saúde FEAS (grupos B e C)
23 de abril de 2021
Última atualização: 26 de abril de 2021

Medidas judiciais – Déficit (Grupo C) e Planos Saúde FEAS (grupos B e C)

Déficit, do que se trata? – Ações coletivas para questionar o déficit provocado pelo recálculo das aposentadorias decorrente de ações trabalhistas e da postergação nos ajustes de premissas atuariais (financiamento das pensões por morte e tábua de mortalidade).

Foram distribuídas e estão em fase de instrução dos processos – Ação coletiva sobre a parte do déficit provocado pelas ações trabalhistas (com aproximadamente 3.800 associados) e ação coletiva sobre as premissas atuariais (com aproximadamente 4.200 associados).

Está em fase final de conclusão para distribuição – Ação coletiva complementar sobre a parte do déficit provocado pelas ações trabalhistas (com aproximadamente 400 associados).

Nota – Foram realizadas duas Assembleias sobre o assunto, daí porque a necessidade de ação complementar para a parte das ações trabalhistas, uma vez que já havia sido distribuída a primeira ação (com aproximadamente 3.800 associados). Quanto à ação sobre premissas atuariais, houve tempo de incluir os associados das duas Assembleias).

Alterações nos Planos de Saúde FEAS – As ações individuais (formação de grupos homogêneos) estão sendo distribuídas pelo escritório Innocenti Advogados Associados e a ação coletiva está em fase final de preparação, lembrando que na coletiva a Afaceesp só pode representar quem for associado no momento da distribuição da ação.

Conforme informações do escritório, já foram distribuídas aproximadamente 90 ações individuais, envolvendo mais de 330 reclamantes individuais.

Primeiras decisões favoráveis são promissoras – Até o momento foram conhecidas três decisões favoráveis em caráter liminar, onde o juiz concede o pedido mesmo sem ouvir as partes contrárias no processo (que são o Banco do Brasil, o Economus e a Cassi).

Em processos nas Varas Trabalhistas de Dracena, Pindamonhangaba e Paulínia, a fundamentação das decisões são bem semelhantes e expressam o fato de que os magistrados entenderam com objetividade os pedidos feitos nos processos (que é a participação do Banco do Brasil no custeio dos planos de saúde Feas).

Últimas Notícias

03 de maio de 2021

Última atualização: 3 de maio de 2021

Conselho Fiscal do Economus reprova balanço de 2020 dos planos de saúde

Auditores Independentes indicam comprometimento da continuidade operacional do FEAS. Conselheiros eleitos precisam explicar como votaram no Conselho Deliberativo. Permanecem pendentes explicações sobre situação da auditoria forense no FEAS.

26 de abril de 2021

Última atualização: 27 de abril de 2021

Auditoria forense no FEAS – como está?

Auditoria preliminar apontou várias distorções que levaram ao esgotamento dos recursos

12 de março de 2021

Última atualização: 26 de abril de 2021

Pandemia, Economus também confirma: capacidade de leitos hospitalares está próxima do limite!

Matéria divulgada no site do Economus traz, dentre outras, as seguintes informações: Forte pressão em todo sistema, no público e no privado (ter plano de saúde não garante atendimento, é preciso ter leito…).