AFACEESP - Associação dos funcionários aposentados e pensionistas do Banco Nossa Caixa

(11) 94721-0605

|

08000-175-007

|
Menu

Área Restrita do Associado

Área Restrita do Conveniado

Associe-se

Aproveitando com as crianças
Fique por dentro

Notícias

Aproveitando com as crianças
21 de janeiro de 2019
Última atualização: 21 de janeiro de 2019

Aproveitando com as crianças

Ser
uma boa avó ou avô vai além de dar amor e carinho, entregar um mimo, levar para fazer
um passeio bacana, existe um ponto muito essencial que vai de acordo com a
faixa etária da criança: ser cuidadoso o suficiente com seus netos (as) para
evitar futuras preocupações. Quando os avós passam boa parte do tempo com os
netos o cuidado e a atenção devem ser redobrados. É importante aproveitar os
momentos juntos com muita cautela para não ter nenhum acidente, porém tudo é um risco.
Podem ocorrer diversas situações como por
exemplo: quedas, queimaduras, ocasiões no trânsito, afogamentos e sufocação. A
melhor forma dos avós cuidarem dos seus netos é sempre conversando sobre os
possíveis riscos que correm para conscientizá-los da gravidade de suas atitudes.
O que não podem deixar de fazer também, é de se policiar a cada passo deles. Dar a bronca,
proibir de brincar, punir ou colocar medo nunca é a melhor solução.

 

Praia ou piscina com
segurança
: Nas férias e
no verão uma boa opção para aproveitar os dias é pegar uma piscina ou ir à
praia e nesses casos alguém precisa sempre acompanhar a criança na água, o
tempo para uma criança se afogar é quatro minutos. Para quem tem piscina é
recomendável colocar gradil em volta da piscina assim a criança não vai sem a
presença de um adulto. O que protege bastante nas brincadeiras na água é o uso
de salva-vidas que possibilita se divertir com muita segurança, não dá para
confiar nas boias de braço.

 

Nem
todas as pessoas quando chegam na praia procuram um posto de salva-vidas, pode
parecer desnecessário, mas, faz muita diferença para curtir o dia e evitar
dores de cabeça.  É possível adquirir
pulseirinhas de identificação para colocar nos netinhos e também conversar com
os salva-vidas e saber quais pontos representam mais perigo. Além de todas
essas recomendações não podemos deixar de citar mais duas precauções: evitar as
pedras nas extremidades da praia que podem representar perigo e também evitar
ficar na praia quando o tempo estiver mudando com chance de chuva para não
acontecerem acidentes com raios.
Viajar
com os netinhos de modo seguro
:
é indispensável o uso de cadeirinhas nos carros para a segurança. Só depois da
criança atingir 1,45cm ela já pode sentar no banco sem o uso de assento
especial. O código de Trânsito Brasileiro informa que as crianças até os dez
anos devem ser transportadas no banco de trás dos carros. Até 1 ano, deve-se
usar o bebê conforto, de frente para o banco de trás; de 1 a 4 anos, usa-se a
cadeirinha, voltada para o banco da frente do veículo; de 4 a 7,5 anos, assento
de elevação; a partir de então. E com 1,45 m, banco de trás com cinto.

 

Passeio nas ruas e
transporte público
: Ao
passear nas ruas movimentadas ou em locais com bastante movimento próximo aos trens e
metrôs é sempre importante segurar a criança pelo punho para evitar a
possibilidade de se soltar. É bom alertar os netos explicando os riscos de
correr em vias públicas.

Brincar de forma segurança
em lugares públicos
: Para brincar e praticar esportes com bicicletas, patins e skates, não pode esquecer de usar capacete que é um item importante para proteger contra lesões. A prática dessas atividades deve ser em lugares
apropriados. Ao passear em determinados locais com brinquedos é preciso certificar-se da
faixa etária dos equipamentos.

 

Brincar dentro de casa com segurança: Estar em
casa não significa estar livre de acidentes, pois, existem os maiores perigos como as quedas e acidentes nas cozinhas. Não podemos
descartar também os afogamentos em bacias, banheiras e baldes. As crianças têm
energia de sobra e nas férias ficam com tanto tempo livre que para não ficarem
entediadas inventam várias formas de se divertirem. Na casa dos avós é preciso deixar
sempre redes de proteção nas janelas para diminuir as preocupações.

Outro
fator muito importante principalmente nos dias de hoje é que cada vez mais cedo
as crianças têm acesso ao mundo digital, o que é um problema. Os avós precisam assegurar-se de
que o seu neto (a) navegue de forma segura e saudável nas redes.  Monitorar o
perfil é uma opção que ajuda nessa situação para ficar mais “antenado” nos
netos e evitar situações de risco que podem acontecer através da internet.     

Depois de todas essas recomendações, dicas e alertas, os cuidados podem ser aplicados no convívio familiar, assim os pais, os avós ou quem ficar com as crianças aproveitará a companhia delas com tranquilidade, brincando juntos, passeando e o mais imprescindível com segurança e atenção
redobrada, 
pois, “dois olhos são pouco” para
acompanhar essa fase de tanta energia e disposição.

Últimas Notícias

20 de junho de 2022

Última atualização: 21 de junho de 2022

A importância de estar associado

Somente os associados podem usufruir dos serviços oferecidos pela Afaceesp. No caso de representação em ações judiciais coletivas, tem de estar associado quando o processo for distribuído; vale esclarecer, não

02 de junho de 2022

Última atualização: 14 de julho de 2022

Planos FEAS – Associados podem protestar junto à ANS

Afaceesp colocou à disposição possibilidade de registrar protesto

02 de maio de 2022

Última atualização: 30 de junho de 2022

Economus – RAI de 2021 – Conselho Fiscal reprova Balanço da saúde

Auditoria Externa indica que medidas tomadas pela Diretoria poderão ser insuficientes